sexta-feira, 20 de maio de 2011

Bronquiolite e prematuros, mais uma vez!

Lá vem essa chata falar de bronquiolite de novo, será que ela não tem outro assunto, não?”, você pode ter pensado. Não. Não sou a tarada da bronquiolite! Mas volto ao assunto porque o que eu temi desde a alta de Beatriz, em agosto de 2009, aconteceu esta semana. Há cerca de dez dias, ela estava com coriza, tratei com o remedinho que a pediatra prescreveu para estes casos. Parecia ter melhorado. De sábado para domingo notei que estava com tosse, nada demais. Uma febrinha durante o dia no domingo.

A noite de domingo para segunda não foi das melhores. Acordou febril, com mais tosse e fazendo esforço para respirar, inclusive com uns chios. Nem precisa dizer qual foi o meu desespero, né? Telefonei para nossa Doc! Depois das orientações, fiquei alerta. Mas na terça-feira (dia em que seria festinha de aniversário na escola) a febre ficou constante e a dificuldade para respirar ainda mais aparente. Não tive dúvidas, corri para o hospital.

Confesso que num país estranho tudo toma contornos mais assustadores. Como quase não sou exagerada, já pensei em contratar oxigênio e médicos para levar Beatriz para o Brasil de avião! Mas isso não é nada para quem fez respiração boca a boca quando a filha arfou porque a água quente caiu no bumbumzinho assado... mas isso é outra história... :P

Exames clínicos, uma série de “disparos” (como aqui chamam as bombinhas) e um raio-x do pulmão. Confirmado. Bronquiolite. Quando a enfermeira prendeu em seu dedinho o tal do oxímetro minhas pernas amoleceram e o coração veio na boca, confesso. A saturação parou em 96% e, junto com o alívio, escorreu uma lágrima.

E o que é bronquiolite? É a inflamação dos bronquíolos (são os “vasinhos” mais finos do pulmão, no final da ramificação), causada na maioria das vezes por vírus. Esta inflamação enche os bronquíolos de muco, assim como acontece no nariz quando estamos resfriados.

O que causa? Na maioria das vezes, é causada pelo Vírus Sincicial Respiratório (VSR) mas outros vírus como a influenza (gripes) podem causar bronquiolite também.

Por que tanto medo? Em bebês com displasia broncopulmonar (leia nota de rodapé) ou asma, o “chio” e a tosse podem durar muito tempo. E o vírus pode também viajar até os alvéolos e causar pneumonia. Crianças com menos de dois anos e/ou com problemas cardíacos, asma e casos graves de displasia broncopulmonar têm grande risco. Podem, inclusive, precisar de internação com uso de oxigênio.

Como se trata? O tratamento da bronquiolite inclui corticóides (se houver uma inflamação importante) e broncodilatadores (as bombinhas). Fisioterapia pulmonar ajuda muito a soltar as secreções.

Como previne? Para crianças abaixo de dois anos (e que se enquadrem em alguns parâmetros) existe o palivizumabe, o famoso Synagis, do laboratório Abbot. Como já falamos anteriormente, o tratamento completo (durante os dois primeiros outono-invernos do bebê) pode chegar a setenta e cinco mil reais. Estados como São Paulo e Rio de Janeiro fornecem o tratamento gratuitamente. Verifique com seu pediatra se seu bebê se enquadra na indicação. Em breve espero poder falar como conseguir o Synagis em cada estado do Brasil. A vacina da gripe também é muito importante na prevenção da bronquiolite. Assim como evitar exposição à fumaça de cigarro e mudanças bruscas de temperatura.

Beatriz fez uso do Synagis em 2009 e 2010. No Paraná ainda é preciso entrar com uma ação na Justiça Federal para se pleitear o tratamento de prevenção. Este é seu primeiro outono-inverno sem Synagis. Aqui no Uruguai tem feito semanas de muito sol e temperaturas amenas. Para quem vive em Curitiba, 15°C ensolarado é uma temperatura amena! O Vírus Sincicial Respiratório gosta de temperaturas baixas e pouco sol, por isso (no hemisfério sul) recomenda-se o uso do palivizumabe entre os meses de abril a setembro.

Como mãe que acabou de passar por um susto digo:
- se seu prematuro tiver nascido antes de 28 semanas e tem broncodisplasia, corra atrás do Synagis, vale a pena
- não o exponha a ambientes fechados com aglomeração de pessoas
- carregue álcool consigo e não deixe que beijem o bebê ou peguem nas suas mãozinhas
- evite creche/escolinha o máximo possível (nada me tira da cabeça que a culpa foi da escolinha...)
- dê a vacina da gripe

Como já disse em outros posts, o bebê não precisa viver numa bolha mas não quero passar por esse susto de novo. Antes dos três anos a imunidade de toda criança é mais baixa, dos prematuros então, nem se fala.

Beatriz está melhorando a cada dia! Amanhã voltaremos ao hospital para o controle e está se alimentando melhor. O único problema é o repouso porque ela nasceu equipada com uma bateria super potente! Não pára um segundo sequer!

Monica mãe de Beatriz

***As informações foram retiradas do livro The Preemie Primer da médica americana Jennifer Gunter. Acesse o site em inglês: http://www.preemieprimer.com/

***Acesse o site http://www.prematuroimunizado.com.br/, do laboratório Abbot, para saber mais sobre esquema de vacinação do prematuro e Synagis.

***Nossos posts anteriores sobre bronquiolite, vírus sincicial respiratório e afins:
Bronquiolite e Synagis. Saiba mais sobre o Vírus Sincicial Respiratório
Synagis/Palivizumabe, que "vacina" cara é essa?
Prematuridade na mídia: Pulmões a salvo - Revista Veja

***Displasia Broncopulmonar ou Broncodisplasia: é uma alteração na formação dos pulmões, mais especificamente nos alvéolos (poucos e com paredes finas) causada pelo parto prematuro e uso prolongado de oxigênio. Afeta a transferência de oxigênio dos pulmões para o sangue. (The Preemie Primer, editora Life Long, Dra Jennifer Gunter.

3 comentários:

  1. Que post marailhoso Mônica, aprendi muito sobre a tão temida bronquiolite. Vou tomar muito cuiado com o Lucas e correr atrás da sinagys, com certeza! Valeu demais!
    Beijos pra vcs!!

    ResponderExcluir
  2. OBRIGADA PELAS INFORMACOES!! BEM VINDAS EM UM MOMENTO QUE TENHO A MEU PEQUENO JOACO DE 10 MESES QUE NASCEU DE 28 SEMANITAS PESANDO 910GR COM BRONQUIOLITES INTERNADO NA MEDICA URUGUAYA

    ResponderExcluir
  3. ola Monica ,
    achei muito interessante e importante suas informacoes principalmente sobre a bronquiolite, meu bebe Bernardo nasceu de 37 semanas , hoje esta com 7 meses , mas ja faz um mes que esta com uma tosse que nao cessa e a medica diz ser tosse algercica, vou conversar com ela sobre este assunto, pois me preocupei ainda mais.
    muito obrigada.
    Elisangela
    Castro - Pr

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...